08 de maio. Dia do profissional do marketing e o marketing para a conservação

Hoje, dia 08 de maio é comemorado o dia do profissional do marketing, uma data criada com o objetivo de homenagear uma das classes de trabalhadores mais criativas que existe. 

São eles os responsáveis por desenvolver imagens, conceitos, conhecer e envolver o público e principalmente por vender ideias. E como é satisfatório ver uma ideia bem exposta, não é?

 

O mundo mudou, as mídias mudaram, o digital invade a vida das pessoas como uma tsunami… Mas uma coisa, continua a mesma: a propaganda segue sendo a alma do negócio. 

E com todo mundo de olho nas telinhas, até a conservação, que até pouco tempo não era muito associada à publicidade, teve que entrar na onda das aparições públicas, porque afinal, quem não é visto, não é lembrado. Mas como fazer isso bem feito? Ninguém sabia ao certo. Pareciam mundos que não conversavam. Mas eis que surge o marketing para a conservação.

 

 

O que é marketing para a conservação?

O termo marketing para a conservação é bem novo e refere-se “a aplicação ética de conceitos e técnicas de estratégias de marketing para influenciar atitudes, percepções e comportamentos de indivíduos e, em última instância, sociedades, com o objetivo de promover objetivos de conservação”

Enquanto o marketing convencional utiliza técnicas e ferramentas que estimulam as pessoas a consumir algum tipo de produto ou serviço, o marketing para a conservação aplica essas mesmas técnicas ou técnicas semelhantes para encorajar a mudança de comportamento pró-conservação.

Na prática, o marketing para a conservação serve para se referir a difusão da ciência produzida por projetos de conservação através da propaganda e, com isso, promover mudanças significativas no modo como enxergamos o meio ambiente. E sim meus amigos, as redes sociais são uma arma poderosíssima de propaganda.

Através do marketing para conservação, vários projetos tiveram a chance de mostrar pro mundo as suas carinhas e, o mais importante, sair da sua bolha. Isso quer dizer que pessoas de outras áreas passaram a conhecer e entender mais sobre os diversos aspectos da conservação, a se sensibilizar com as coisas e, a automaticamente se engajar mais com os propósitos. Bacana, né?

 

 

Essa é justamente a missão da Greenbond. Fazer com que cada vez mais pessoas possam conhecer projetos de conservação através do marketing digital. 

 

E a equipe da Greenbond não para nunca de se aperfeiçoar 

Dos dias 27 a 31 de outubro de 2021 vamos participar do segundo Congresso de Conservation Marketing. O único do mundo voltado totalmente para essa temática. Vai ser uma troca incrível e com certeza, vamos sair desse evento com uma bagagem enorme de conhecimento e muito mais vontade de aplicar o marketing em todos os projetos de conservação por aí.

 

E ai? Já tinha ouvido falar de marketing para a conservação? O que achou?

 

Texto por Fernanda Sá

 

Leave a Reply