Skip to main content
Tag

romantismo

Amor eterno… no reino animal

By Conservação, Datas comemorativas, Meio Ambiente

Amor eterno… no reino animal

 

Conheça algumas aves e mamíferos fiéis por toda (ou quase toda) a vida

 

Neste Dia dos Namorados (12/06) nos inspiramos em algumas espécies que tiram de letra o romantismo de muitos de nós, humanos! Elas se amam, cuidam, são super pais e são fiéis por toda a vida (ou quase toda ela). Vem conhecê-las!

 

Foto: Freedom birds – Flickr

 

Bom, antes de mais nada… isso é raridade!

 

Foi descoberto que várias das espécies que antes eram consideradas fiéis por toda a vida ao seu par (monogamia verdadeira), na verdade, podem se envolver ocasionalmente com outros indivíduos (monogamia social). O que, dependendo da situação, enquadra-se na nossa famosa traição. 

Considerando todas essas formas de monogamia, a estimativa é de que menos de 5% das espécies de mamíferos seja monogâmica. Pouco demais, né? Já sobre as aves, esse número é bem maior: 90% – a maioria? monogamia social. Até mesmo nos cisnes… símbolos do amor… pode rolar fugidinhas extraoficiais!

 

Foto: catarseparaevolucao.com

 

Mas, voltando ao romantismo… olha alguns símbolos do amor do reino animal:

 

Fidelidade eterna

Macacos da noite (Aotus azarae)

Foto: Mirek Heran

 

Os macacos da noite, também conhecidos como macacos-coruja de Azara (Aotus azarae) são primatas que vivem em florestas da América do Sul, incluindo no Brasil. Em casal, eles formam um grupo, compostos sempre por apenas um macho e fêmea reprodutores – fiéis um ao outro – e jovens. 

E quando o assunto é criar filhotes, o macho é um verdadeiro paizão: ele não só ajuda a fêmea, como também, a partir da segunda semana de vida de sua cria, é o principal transportador e cuidador dela. Além de carregá-la para todos os lados, ele brinca e fornece alimentos para seu filho, mais do que a própria mãe! Orgulho de primata!

 

Urubu de cabeça-preta (Coragyps atratus)

Foto: Steve Hall dos Everglades via Adirondack Almanack

 

Quando viu o nosso blog, você provavelmente não imaginou que os urubus iriam estar aqui, né? 

Se eles não passaram pela sua cabeça, você se enganou! Os urubus-de-cabeça-preta são uma das espécies de aves que mais se destacam por sua fidelidade: são verdadeiramente monogâmicos. Juntos durante todo o ano, o casal divide as tarefas para cuidar de seus filhotes e nenhum deles tem olhos para outros urubus. Românticos, né?

 

Camundongos-da-Califórnia (Peromyscus californicus)

Foto: Mark Chappell – National Geographic

 

Esses pequenos camundongos encontrados na América do Norte, mais especificamente, nos Estados Unidos e México, seguem a fidelidade à risca, somente trocando de parceiro após a morte de seu amado.

Em um estudo foi observado que, durante 2 anos, todos os descendentes de 28 famílias, eram frutos de relações exclusivas dos casais.

 

Apaixonados? Sim! Fiéis? Talvez!

Cervídeo Caxine – Kirk’s Dik-Dik (Madoqua kirkii)

Foto: Lourika Reinders – Flickr

 

Os cervídeos Caxine, mais conhecidos como Kirk’s Dik-Dik vivem na África e são outros apaixonados por seu parceiro. Os machos passam 64% do tempo com suas parceiras, e, nos outros 36% eles não ficam longe, estão sempre atentos para manter a proximidade.

Bom, mas falando sobre fidelidade… aqui, ela é questionável. Mesmo após o par ser formado, há casos em que os machos deram uma fugidinha quando houve oportunidade. Não podemos dizer o mesmo das fêmeas, 100% fiéis. Apesar disso, entre as espécies do reino animal, eles ainda ganham destaque. 

 

Araras-azuis (Anodorhynchus hyacinthinus)

Foto: Rafael Barreto – Wikimedia Commons

 

As famosas araras-azuis, as maiores araras do mundo que ocorrem, entre outros países, no Brasil! Conhecidas por seus hábitos extremamente carinhosos entre si, pela divisão de cuidados entre os pais com os filhotes e por passarem a vida juntas… esses psitacídeos (na maior parte do tempo) fazem jus à sua fama. 

Mas não se engane, um estudo observou que há casos relativamente altos e não esperados, de cópulas extra-oficiais.

 

Corujas da neve (Bubo scandiacus)

Foto: Treehugger – Pinterest

 

As corujas da neve são animais que vivem na região Ártica. Normalmente, elas são monogâmicas e formam pares para a vida. Mas há relatos ocasionais de dois machos copulando com uma fêmea e vice-versa, associados à uma boa oferta de comida. 

 

Independente do caso, o que não podemos negar é que, em comum, todas essas espécies possuem um carinho especial com o seu par!

Desejamos a vocês um Feliz Dia dos Namorados!