ELEPHANT PARADE: A ARTE DA CONSERVAÇÃO

Arte, negócios e conservação: como essa combinação única tem ajudado os elefantes da Ásia.

 

A Elephant Parade é a maior exposição de esculturas de elefantes decorados do mundo inteiro! Cada peça única, criada por artistas e celebridades, do tamanho e formato de um elefante bebê, fazem mais do que apenas encantar o público e embelezar o local em que estão. As esculturas ajudam a promover a conscientização acerca da situação atual dos elefantes e a arrecadar fundos para projetos de conservação dos gigantes asiáticos. 

 

Esculturas no Aeroporto de Zurich. Foto: Zef Markai

 

O começo de tudo

A história começa com um homem, Marc Spits, que, durante sua viagem a Chiang Mai, na Tailândia, visita um Hospital de Elefantes e conhece Mosha, um bebê elefante fêmea que perdeu parte da pata dianteira ao pisar em uma mina terrestre quando tinha apenas sete meses. Mosha tinha muitas dificuldades para caminhar e sustentar seu peso nas três patas restantes. Viver desta forma era um desafio e aumentaria à medida que ela crescesse. 

Comovido com a história e com o que viu, Marc decidiu agir, Mosha ganhou uma prótese para sua pata e foi a primeira elefanta do mundo a usar uma prótese funcional! 

Mas Marc queria algo maior. Queria algo que atingisse mais elefantes, mais pessoas, que fosse sustentável e rentável a longo prazo. 

 

Mosha com sua prótese. Foto: @elephantparadefan

 

Em 2006, Marc e seu filho, Mike Spits, resolveram criar a Elephant Parade, uma enorme exposição de esculturas em que 20% do lucro líquido seria doado para os cuidados de Mosha e outros elefantes asiáticos. 

 

Mike (a esquerda) e Marc Spits (a direita), os criadores da Elephant Parade. Foto: Site Elephant Parade

 

A primeira Elephant Parade

A primeira exposição aconteceu no ano de 2007 na cidade de Roterdã, Holanda. O evento contou com 50 esculturas de elefantes pintadas por artistas locais e tailandeses. O sucesso foi imediato! Várias pessoas visitaram e fotografaram as esculturas de bebês elefantes. Ao final as peças foram leiloadas e o valor arrecadado foi de 248.500 euros!!! 

 

Escultura “Rabocyclist” por Ekkawin Mahaek. Foto: Site Elephant Parade

 

A primeira instituição contemplada com a doação do dinheiro foi o “Friends of the Asian Elephant Hospital”. O hospital de elefantes, além de atender vários elefantes que precisam, também se tornou a casa de Mosha, já que ela não pode voltar para a natureza. 

 

E foi só o começo

Após o sucesso da primeira edição, a Elephant Parade não parou mais. Todos os anos, desde 2007, alguma cidade ao redor do mundo é escolhida para sediar o evento. 

Clique aqui para conferir todas as edições do evento

Além do leilão das peças, também são confeccionados réplicas artesanais das esculturas e outros produtos estampados como cofres, imãs de geladeira e acessórios, todos com porcentagem do lucro revertidos para a conservação dos elefantes. 

 

Réplicas artesanais. Foto: @elephantparadefan

 

E vocês acham que o Brasil ficaria de fora dessa?

Claro que não!

A exposição também ocorre no Brasil, graças aos nossos parceiros e amigos, Giovane Pasa, Carolina Barreto e a empresa Artery, que são os licenciados oficiais da Elephant Parade aqui em na nossa terrinha!

 

Esculturas em Florianópolis. Foto: Mariana Boro

 

No ano de 2017 foi a vez de São Paulo receber 85 elefantes! Você chegou a ver algum?

Em 2018 tivemos a manada de elefantes no Park Shopping Canoas, no Rio Grande do Sul. 

Belo Horizonte não ficou para trás! Também recebeu estes grandões que, logo depois, já voaram para a cidade maravilhosa! O Rio de Janeiro ficou ainda mais lindo com os 60 elefantes que recebeu! O leilão beneficente aconteceu no Copacabana Palace, chique né? 

Tá achando que acabou??? Claro que não! Nós somos chiques demais sô! Em 2019 tivemos mais duas em solo brasileiro. Recebendo 40 elefantes coloridos, Campinas/SP foi agraciada com as esculturas! Ispia só que belezura!!! 

Brasília foi a outra sortuda e recebeu a manada no ParkShopping! Inclusive fizeram um vídeo muito bacana que você pode conferir clicando aqui.

 

Esculturas no Golden Room do Belmond Copacabana Palace para exposição e leilão. Foto: Bruno Contrino

 

Papo sério: a atual situação dos elefantes asiáticos

A situação dos elefantes asiáticos não é nada boa. Nos últimos 100 anos a população diminuiu em mais de 70% e eles perderam por volta de 95% do seu habitat. As ameaças são constantes. Elas envolvem a caça, a cobiça pelo marfim, a disputa por habitat, já que a população tem crescido e as cidades expandido, os conflitos com humanos, entre outros fatores. Estima-se que atualmente existam menos de 50.000 elefantes asiáticos no mundo e nesse ritmo de destruição, eles podem desaparecer em 30 anos! 

 

Foto: @elephantfamily

 

Não podemos esperar, temos que agir agora! 

E é este o objetivo da Elephant Parade! Conscientizar as pessoas e ajudar as organizações que cuidam e preservam elefantes asiáticos. 

O hospital em que Mosha vive é uma das organizações contempladas com a ajuda da Elephant Parade e desde sua criação no ano de 1993, já atendeu mais de 4000 elefantes! O hospital também tem uma unidade móvel, viabilizado pelas doações, para atender casos que não são possíveis transportar os animais até a sede. Outra instituição parceira muito importante é a “Elephant Family”. Eles apoiam mais de 160 projetos de preservação dos elefantes asiáticos e contam com uma equipe incrível de especialistas em conservação animal e ambiental.

 

Foto: Site Elephant Parade

 

A arte da conservação e a conservação pela arte

A ideia de juntar a arte e a conservação não poderia ser melhor! A visibilidade, a sensibilização e a curiosidade geradas são de fato impactantes! As doações, então, nem se fala! 

É claro que não muda por completo a situação dos elefantes asiáticos, mas já é um passo enorme para esta mudança. 

Por aqui, podemos fazer nossa parte fazendo doações diretas para instituições de preservação como a Elephant Family: clique aqui e doe agora!

Comprando produtos da Elephant Parade: clique para ir para a loja!

E procurando saber mais acerca da situação, bem como compartilhar com as pessoas, gerando mais engajamento na causa! 

 

Foto: Kalyan Varma

 

Quer saber mais sobre? Visite o site da Elephant Parade aqui e o site da Elephant Parade Brasil aqui

Para segui-los no Instagram e ficar por dentro de tudo siga @elephantparadebrasil e @elephantparadefan 

 

Texto por Anna Luisa Michetti

Revisado por Fernanda Sá

Leave a Reply